Universidade da Extremadura – Faculdade de Formação de Professores

O 13º Congresso Ibero-Americano de Investigação Qualitativa (CIAIQ2024) terá lugar na Universidade da Extremadura – Facultad de Formación del Profesorado – Cáceres (Espanha).

A Universidade situa-se em Campus Universitario- Avda. de la Universidad, s/n, 10071 – Cáceres – España (ver mapa do campus).

A atual Faculdade de Formação de Professores é o centro com maior tradição educativa da Universidade da Extremadura, pois os seus primórdios remontam a 1842, onde foi criada a Escola Normal de Professores de Cáceres. Ao longo destes anos, foram muitas gerações de professores formados nas suas salas de aula, até que com a Lei Geral do Ensino de 1970, as Escolas Normais foram totalmente integradas nas universidades espanholas. Desta forma, a Escola Normal de Ensino de Cáceres passou a fazer parte da Universidade de Salamanca, com o nome de Escola Universitária de Formação de Professores do Ensino Básico Geral de Cáceres, até que em 1973, com a criação da Universidade da Extremadura foi integrada afim disso.

Na década de 90 do século passado, de acordo com a nova organização do Sistema Educativo, tornou-se necessária a adaptação dos Planos de Estudos ao novo contexto e iniciou-se o ensino das especialidades até hoje ensinadas. Desta forma, o Diploma de Professor é progressivamente implementado nas suas especialidades de Educação Física, Educação Musical, Educação Infantil, Línguas Estrangeiras e Ensino Primário, com a consequente extinção das especialidades de Pré-Escolar, Ciências, Ciências Humanas e Língua Espanhola e Linguagens modernas. Da mesma forma, no ano lectivo de 1995-96, o Diploma em Educação Social foi incorporado na oferta educativa do Centro.

Em 1999, com a incorporação em suas salas de aula do Bacharelado em Antropologia, antiga Escola de Ensino, então Escola de Formação de Professores E.G.B.. de Cáceres, passa a ser a atual Faculdade de Formação de Professores.

Em 1992, coincidindo com o 150º aniversário da sua criação, o centro foi galardoado com a Medalha da Estremadura, em reconhecimento do seu trabalho educativo e institucional na promoção humana, cultural e social dos extremoduranos.

Fonte: UNEX